segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Feliz 2012




Por Thaisa Pfaff 

Sempre que eu preciso criar algo do nada, a primeira coisa que eu faço é me voltar para mim mesma, perceber o que estou sentindo verdadeiramente, e tento então expressar-me da forma mais crua. Essa parte é uma delîcia e estou o tempo todo exercitando esse meu expressar, de várias formas. Tento desapegar-me de como você vai reagir a essa minha criação, seja ela um pensamento, mensagem, arte ou atitude. Voce não faz idéia o quanto esta parte é difícil pra mim, e o quanto a minha criação sofre modificações pelo caminho, ao sair de mim até chegar a você. Mas este é o caminho que eu sei que funciona. O ser humano em mim, se comunicando com o seu ser humano, por meio da sinceridade. Te fazer ler nas minhas entrelinhas, quem sou e o que desejo.

Quem tem me acompanhado nesses últimos meses sabe que estou mais chata, mas introspectiva, mais crítica do que nunca. Eu descobri, nesse meu exercício de olhar pra dentro, quem eu realmente sou. Parei de tentar "be happy" para agradar as pessoas, prefiro ser quem eu sou, e como diz meu querido Otto "aqui é festa amor, e a tristeza em minha vida". De mim você pode esperar sempre um sorriso e um abraço carinhoso, meu pensamento aberto para te compreender e minha mão sempre que precisar de ajuda. 

Eu não consigo mais viver, sem olhar ao meu redor. Nao ha como be happy e ignorar, relaxar em um momento tao delicado, triste  e critico. E se você fizer o mesmo, vai acabar percebendo o que eu percebi: esta tudo caótico, nossos valores estão invertidos, nossa humanidade se encontra doente em quase todos os aspectos. Até aí acho que nenhuma novidade, né? E como fazer pra mudar? Por onde começar? O que eu, uma zé ninguém, posso fazer? Eu quero mudar o mundo! 

Existem 2,2 Bilhões de crianças no mundo; 1 bilhão delas vive na miséria. Se isso não sensibiliza você e não te faz querer agir, então pense em como isso afeta você. Estamos enganados ao pensar que não é nossa responsabilidade, de que não é problema nosso. A desigualdade ao redor do mundo te afeta todos os dias, pois chega a você em forma de VIOLENCIA. A pobreza mata mais do que qualquer guerra que jah existiu. A pobreza. A pobreza nao é a ausência de recursos. Existe comida, existe água, olhe os supermercados, quantos produtos esperando para serem comprados. O que nao existe é dinheiro, para que se compre comida e água para quem precisa. Tem alguma coisa errada!

Se você começar a se perguntar porque essa desigualdade acontece, vai chegar a resposta, o sistema. Neste sistema que vivemos, a pobreza faz parte do sistema. Se todos tivessem dinheiro, esse sistema nao seria possível. Aliás se você para um pouco para refletir sobre o sistema, percebe que tudo nele gira em torno do lucro. E o pior, tudo que é lucrativo, é contraditório as nossas reais necessidades de existência. Sabe o que é lucrativo? Um exemplo, a mao de obra barata. E o que é a mão de obra barata? Trabalho escravo. (você sabia que hoje temos mais pessoas trabalhando como escravas do que nunca antes na historia?) mão de obra infantil. Ou o seu próprio trabalho, ou você esta satisfeito com a quantidade de tempo que você investe trabalhando x o que você recebe? Dívidas sao lucrativas. Guerras sao lucrativas. Tirar o que é gratuito da natureza, para te vender, é lucrativo. Doenças sao lucrativas para a industria da saúde. Sustentabilidade nao é lucrativo. Investir em pesquisas para geração de energia alternativa nao é lucrativo. Veja o protocolo de Kyoto. Os caras vão la todo ano se reunir para conversar. Dá pra garantir "progresso" sem descuidar do meio ambiente? Nao, nao dá. E todos voltam pra casa. Tanto que agora, Canada e Japao também pularam fora. 

E ai você se pergunta quando as coisas irão mudar. Ou concorda comigo, reclama um pouco de tudo, e acaba por se conformar com as coisas como são, vamo pro bar esquecer da vida e falar de coisas superficiais. E eu te pergunto, porque você acha que as coisas são imutáveis?  Voce nao esta assistindo um programa de TV, você faz parte deste mundo, seu comportamento aqui e agora influencia no mundo que você vive.  Voce acha mesmo que com a tecnologia que alcançamos hoje, com a criatividade que temos, com acesso a informação gratuita provida pela internet, e com os recursos ainda existentes, nao temos capacidade de criar um outro tipo de organização para nossa existência?  Voce tem tanta fé nesse sistema que acha que tudo será resolvido sem a sua participação? Voce acha que os caras la de cima, os que realmente ganham dinheiro, estão preocupados em mudar alguma coisa? Voce acha que prover necessidades básicas a todos é altruísmo? Comunismo? Como ja disse, a desigualdade gera violência. E essa violência, te atinge, todos os dias. E essa desigualdade, consequentemente a violência, só se faz crescer, todos os dias. Até quando? De fato, se você nao se preocupa com isso, se você nao pensa em soluções, você é parte do problema. E nao existem culpados, simplesmente as coisas foram caminhando ate aqui, o que nao significa que possamos aposentar as formas de pensar obsoletas.

Quem é que pode mudar o mundo? Se formos pensar, podemos dividir as pessoas basicamente em 3. As que estão ganhando dinheiro. As que estão trabalhando. E as que estão morrendo de fome e doenças. Tres camadas. A primeira nao vai mudar o mundo. A terceira nao tem forcas pra mudar o mundo. A segunda camada, esta ocupada, se matando de trabalhar, no desespero da sobrevivência, para enriquecer a primeira camada. Mas esta, é a única que tem condições, educação, saúde e informação suficientes, e quantidade de indivíduos para que uma mudança aconteça. Somos nós, amigos. Nao precisamos, e nao devemos depender de lideranças. E ao longo da historia, lideres entregaram seus rostos e seus corpos a mudanças, e morreram por isso. Voce sabe quantos militantes sociais e ambientais sao mortos no Brasil todos os anos? A mudança em massa te protege.

Ha muitas pessoas interessadas, trabalhando ativamente e voluntariamente para que essas mudanças aconteçam. Voce tem visto os protestos ao redor do mundo, inclusive no Brasil? As crises ao redor do mundo, sao sintomas de que esse sistema esta a beira do colapso, e os protestos refletem isso. Se tudo entrar em colapso, nao pense que a economia brasileira ira continuar tao bem quanto diz estar. E mesmo você, que decidiu neste exato momento se comportar de forma diferente perante o mundo, se você realmente mudar, você ira colaborar para que essa economia fracasse, querendo ou nao. Lembra do Bush, falando "galera, estamos em crise. precisamos que você, compre."? Se você, como primeiro passo para uma mudança, de valores conscientes de atuação no mundo, diminuir o seu consumo, fique ciente de que isto nao é lucrativo para a economia.  

Reduzir o seu consumo, é parar de comprar o que você nao realmente precisa. Pense em quantas coisas você adquire, sejam produtos ou serviços, que te trazem, na verdade, valores. Auto estima. Proteçao. Bem estar. Voce nao precisa realmente do que você compra, e sim dos valores ilusórios ao que eles estão atribuídos. A publicidade cria essa necessidade. Entao, diminuir o tempo que você passa em frente a TV é diminuir a criação dessas necessidades de compra em você. Suas necessidades por auto estima, proteção, bem estar, continuarão existindo. Por isso eu falo da revisão de valores, e do olhar pra dentro como passo inicial. 

Progresso nao é PIB! Diversão não são drogas! Drogas, licitas ou ilícitas são aliviadores da dor! ( que dor é essa?) TV não é entretenimento! Educação é ensinar a pensar e questionar! Ir para a faculdade conseguir um diploma para depois arrumar um trabalho, não é estudar! Saúde não deve ser curar sintomas! 

Se houvesse um mundo possível como John Lennon imaginou, sem fome, sem guerras, sem fronteiras, você estaria disposto a construi-lo? Isso é uma utopia? Eu me pergunto a que nível de envenenamento cultural nós chegamos onde o sonhar é  quase proibido. E me pergunto se essa cultura nao foi gerada la em cima, para garantir que ninguém queira mudar. Sonhar é necessário para que continuemos caminhando. Abra sua mente para novas idéias, sonhe. Talvez você descubra que ha pessoas dispostas a trabalhar com você no seu sonho, e que ele nao esta tao distante quanto você pensa. A internet esta ai acessível a quase todos, para eliminar distancias físicas, unir quem pensa igual. 

Como ja disse, ha pessoas trabalhando para mudanças efetivas, no existir auto sustentável, em busca de uma sociedade altamente tecnológica que preserva seus recursos, voltada aos estudos das ciências biológicas, exatas e humanas para o real progresso, e gestao consciente dos nossos recursos baseados em metodologia cientifica, para prover necessidades básicas a todos. So conseguiremos substituir esse sistema quando tivermos projetos claros e objetivos  de como isso ira acontecer. Tudo isso vai crescer e se fortalecer de acordo com o envolvimento das pessoas, com o seu envolvimento. Educacao é a base de tudo. Tudo começa em você, na reflexão, na consciência, nas pequenas atitudes diárias, no modo que você interage com o mundo e as pessoas, para entao começar a fazer uso de todo seu conhecimento a favor destas mudanças. Precisamos de você, precisamos de todos. Nunca é demais citar Ghandi: seja a mudança que você quer ver no mundo. Eu estou fielmente nesta busca, vem comigo. Isso nao é seita, nao é religião. Quem me conhece sabe que eu não tenho uma religião justamente pela minha essência questionadora. Não abraço doutrinas e sim o livre pensar, o livre existir, estudo as diversas bases teoricas, guiada pela intuiçåo aliada a minha lógica.

Acredito muito que 2012 será o ano da revolução da consciência e do amor. E o amor não é uma perspectiva romântica, é o que te move, o amor pela sua família, pelo conhecimento, pela vida. Talvez esse seja mesmo o fim do mundo. O fim do mundo como o conhecemos.

Feliz 2012.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...