terça-feira, 19 de outubro de 2010

O Profeta [2]

Então, Almitra, a vidente, falou novamente e disse: "E que nos dizes do Matrimônio, mestre?"
E Al-Mustafa respondeu, dizendo:
"Vós nascestes juntos, e juntos permanecereis para todo o sempre.
Juntos estareis quando as brancas asas da morte dissiparem vossos dias.
Sim, justos estareis até na memória silenciosa de Deus.
Mas que haja espaços na vossa junção.
E que os ventos do céu dancem entre vós.
Ama-vos um ao outro, mas não façais do amor um grilhão:
Que haja, antes, um mar ondulante entre as praias de vossa alma.
Enchei a taça um do outro, mas não comais do mesmo pedaço.
Cantai e dançai juntos, e sede alegres: mas deixai cada um de vós estar sozinho,
assim como as cordas da lira são separadas e, no entanto, vibram na mesma harmonia.

Dai vossos corações, mas não confieis à guarda um do outro.
Pois somente a mão da Vida pode conter vossos corações.
E vivei juntos, mas não vos aconchegueis demasiadamente:
Pois as colunas do templo erguem-se separadamente,
E o carvalho e o cipreste não crescem à sombra um do outro."

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...