sexta-feira, 15 de abril de 2011

Osho, por que você conta piadas?

Perguntaram a Osho: Osho, por que você conta piadas?
E por que você não ri de suas próprias piadas?



Primeiro: a religião é uma
piada complicada. Se você nunca rir é porque
não entendeu o essencial; se você só rir, não entendeu o essencial novamente.
Ela é uma piada muito complicada.

E a vida inteira é uma grande piada cósmica. Não é um fenômeno sério
— leve-a a sério e você continuará a perder o essencial. Ela só é
compreendida por meio do riso.

Você não observou que o homem é o único animal que ri? Aristóteles diz
que o homem é o animal racional. Isso pode não ser verdade
porque as formigas são muito racionais e as abelhas são muito racionais.
Na verdade, comparado às formigas, o homem parece quase irracional.
E um computador é muito racional — comparado a um computador,
o homem é muito irracional.

A minha definição do homem é que ele é o animal que ri. Nenhum
computador ri, nenhuma formiga ri, nenhuma abelha ri. Caso venha a
se deparar com um cachorro rindo, você ficará assustado! Ou se um búfalo
de repente rir: você pode ter um ataque do coração.

É só o homem que pode rir; é o pico mais alto do crescimento. E é por
meio do riso que você alcançará a Deus — porque é só por meio do mais alto,
que está em você, que você pode alcançar o supremo. O riso tem de se
tornar a ponte.

Ria no seu caminho para Deus. Eu não digo ore no seu caminho para Deus,
eu digo ria no seu caminho para Deus! Se você puder rir, será capaz
de amar. Se puder rir, será capaz de relaxar. O riso relaxa como nenhuma
outra coisa.

Assim, todas as piadas para mim são orações — é por isso que eu as conto.

E você pergunta: "Por que você não ri de suas próprias piadas?".

Porque eu as ouvi antes.

Osho, em "A Revolução: Conversas Sobre Kabir"
http://www.palavrasdeosho.com/
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...