sexta-feira, 15 de julho de 2011

Sorria e Espalhe Sua Luz | Blog Potencialidade Pura





O sorriso é natural do ser humano. Embora choremos ao nascer, nossa infância inteira é baseada nos risos e gargalhadas de um mundo descomprometido, cheio de possibilidades e experiências. Nossos olhos refletem o explendor de estar vivendo na matéria, de haver tanto a se fazer, embora a limitação da linearidade nos deixe um pouco desnorteados.

Mas ao passo que crescemos o sorriso vai se desfazendo e nossas frontes assumem uma postura austera e triste. Quando nos deixamos envolver pela ilusão do mundo, começamos a nos perder nas complicações de nossas mentes, agora em caos, e deixamos de enxergar o mundo.

Agora olhamos, mas não vemos, pois temos pré-conceitos a respeito de tudo e isso nos impede de enxergar a realidade por detrás de nossos filtros mentais. E então nos encontramos em dilemas existenciais quando já na adolescência a pressão do mundo nos chama para nos decidirmos se queremos ou não fazer parte da sociedade. A escolha é sempre obrigatória e nós caímos sempre no abismo de nós mesmos.


O sorriso espontâneo se foi, a observação já não existe e a arte de Ser deu lugar ao simples existir. Crescemos e entristecemos.

E por essa perda de nossa naturalidade como seres humanos é que quando sorrimos para alguém desconhecido há um grande espanto da parte deste. As pessoas não estão acostumadas a receberem sorrisos gratuitos que não sejam de crianças de colo, e quando isso ocorre, elas sempre estão desprevenidas. Logo, o sorriso virou luxo em nosso dia a dia. Preferimos mostrá-lo apenas a uns poucos escolhidos.

Mas o sorriso é uma força da Criação. Ele, quando surge, tem o poder de se espalhar até onde os olhos puderem ver, elevando de maneira suave a vibração de cada um em seu caminho. Quando ele surge de forma espontânea, de forma sincera, ele torna-se um evento dentro do grande evento da vida.

O sorriso é a maneira mais simples de espalharmos nossas luzes interiores. Mas tememos sorrir mesmo sabendo que estamos despertos, tememos sorrir por medo de passarmos uma imagem de loucos, pois num mundo como este, apenas loucos sorriem. E daí? Por que ainda ligamos para isso? Quem dorme verá em nós uma loucura em cada ação, então por que se importar? Que sejamos os loucos, mas sejamos verdadeiros.

Espalhemos nossas loucuras para esse mundo austero. Sorria sem pudores, para os conhecidos e para os deconhecidos. Não se acanhe e diga “bom dia”, “obrigado”, “oi”, “até mais” com um sorriso largo no rosto.

Que adianta você ter visto a verdade por detrás do mundo e ainda continuar com a mesma seriedade de antes? O verdadeiro despertar vai muito além disso, pois traz de volta a simplicidade de quando éramos crianças, mas agora fundamentado num desenvolvimento consciencial.

Volte a ser simples, volte a sorrir sem motivo, volte a apreciar o mundo. Não tenha medo do que digam de você. Ninguém, exceto você, pode conhecê-lo. O que os outros vêem é uma projeção deles em sua pessoa.

Você já descobriu sua luz, agora comece a iluminar o mundo.



(Marcos Keld)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...